domingo, 6 de julho de 2008

A Rainha com Frio












Teu frio me pediu
Para esse nariz aquecer
E com beijo terno e quente
A cor lhe vi nascer

Na boca de seu estômago
O arrepio abrandou
Os pés que pois pediste
Os levei e se enroscou

Os ciclos se cumpriram
Ao desvario te levaram
As mãos loucas, ardentes
Teus curto-circuito provocaram

De frio a Amado e aquecido
Com teu corpo calor dividi
Em tuas orelhas sussurrei
E nem ali eu parei

Teu frio acabando vai
Essa alma quero continuar
Por invernos e demais estações
A enlouquecer, aquecer acalentar

2 comentários:

  1. Oi Rui...
    Quando leio sobre sua admiração pela Carol ilumina o dia, sabia?
    Lindo mesmo!!!
    Eu fiquei um pouquinho chateadinha pq ela demorou em me contatar,mas tudo já passou. Agora a tenho no meus links de companheiras e a minha admiração só aumentou!

    Pode deixar! Se eu sentir que vou titubiar na comilança, peço um help a vc´s...

    Abraços.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Sou admitadora dessa batalhadora...Nossa eu fico no chinelo, perto dela. (risos)
    Não é a toa que ela é sua musa.

    Abraços, bom fim de semana!

    ResponderExcluir